Ambiente especial

Mudar para melhorar a qualidade de vida.

Há 3 anos fomos fazer um atendimento domiciliar em um paciente que tinha 12 anos. Apesar da dificuldade do acesso, pois a casa tinha uma escada enorme, encontramos nosso querido paciente num ambiente calmo com som ambiente e as paredes do teto tinham uma pintura linda que imitava um céu azul com varias nuvenzinhas. Realmente conseguimos sentir um ambiente bem acolhedor. O garoto com paralisia cerebral grave e dependente de oxigênio, não fala e se move com muita dificuldade. Apesar disso tudo, ele conseguiu manifestar sua alegria ao nos ver sem imaginar que aquelas visitas iriam literalmente invadir sua boca. Deveria ser um atendimento rápido, não fossem as interrupções que tivemos que fazer pela baixa saturação de oxigênio que o paciente apresentava. Efetuamos a limpeza dos dentes e demos algumas orientações aos cuidadores.

 Este ano fomos chamados novamente para repetir o procedimento e dessa vez ele havia mudado de residência para uma casa ampla, térrea com total acessibilidade e um quarto ensolarado. Foi de fato um momento muito especial ao rever o nosso paciente especial , agora numa condição bem melhor. Nesse período entre as duas visitas, foi feita uma traqueostomia no garoto e isso fez com que sua qualidade de vida melhorasse muito. Desta vez conseguimos fazer o procedimento mais tranquilamente pois ele colaborou o tempo todo. Ao final, sua mãe comentou que havia feito várias adaptações na decoração substituindo as nuvens por uma pintura mais moderna e no ambiente do quarto para que ele se sentisse bem e neste novo espaço. Para nós profissionais da área é muito bom ver que, apesar de todas as limitações, a família não poupa esforços para oferecer todo conforto e muito carinho no cuidado deste garoto especial.